Jorge Rita - Editorial

Prémio Nacional de Agricultura 2015 para a Cooperativa União Agrícola reconhece o trabalho feito em prol dos agricultores | Editorial Agricultor 2000

A Cooperativa União Agrícola foi vencedora do Prémio Nacional de Agricultura 2015, na categoria Associações/ Cooperativas, numa iniciativa promovida pela Cofina Eventos e BPI, que vai na sua 4.ª edição e que contou com cerca de 1000 candidaturas, sendo o júri constituído por um conjunto alargado de personalidades identificadas com a Agricultura Portuguesa, como antigos ministros da agricultura, professores universitários, representantes de entidades públicas e privadas, movimento associativo, entre outros.

Esta é uma distinção que honra o movimento cooperativo regional, sendo o reconhecimento da gestão rigorosa e criteriosa implementada e que permite beneficiar os seus associados, que se devem orgulhar deste prémio, pois permite constatar que embora a nossa Instituição trabalhe para se tornar sustentável, tem sempre em consideração que o seu principal objetivo é reivindicar pelo rendimento dos agricultores, salvaguardando sempre a dignidade de todos os seus associados, agricultores em geral e de todo o sector. 

A existência de organizações de produtores fortes e coesas é fundamental numa região pequena como a nossa, que não permite ter explorações de grandes dimensões, ao contrário dos nossos colegas nacionais e europeus, pelo que, a união entre todos é decisiva para a evolução e modernização das explorações.

Só através da agregação de esforços é que é possível ter organizações como a Cooperativa União Agrícola e a Associação Agrícola de São Miguel que são capazes de disponibilizar aos seus associados um conjunto alargado de serviços, que têm melhorado nos últimos anos, não só em quantidade, mas fundamentalmente em qualidade, o que tem permitido às explorações agropecuárias melhorarem significativamente as suas eficiências.

Este prémio tem também de ser dedicado a todos os cooperantes e colaboradores que lutam e se interessam pela sua Associação e Cooperativa e que demonstram estar sempre com elas.

Esta é mais uma prova que o empenho e a vontade dos sócios em acreditarem nas suas Instituições, vale a pena, porque só assim, é que os rendimentos de todos agricultores podem ser devidamente defendidos, nomeadamente, em momentos difíceis e críticos, como o que a fileira do leite está a atravessar.

IV Concurso Micaelense Holstein Frísia de Outono - uma mostra da excelência dos nossos animais

A vinda do Presidente da República à Associação Agrícola de São Miguel é um sinal de confiança nos Agricultores Açorianos

O discurso dos milhões que se revelam tostões

O sucesso da Agricultura Açoriana passará sempre pela existência de organizações de produtores fortes

Um dos melhores leites do mundo é o mais mal pago da Europa

Uma Santa Páscoa

Mercado Agrícola de Santana: Mais um objetivo atingido

A indústria deve ter um comportamento justo e aumentar o preço de leite à produção

A base da economia dos Açores é e continuará a ser a Agricultura

Próximo Governo Regional deve encarar o setor agrícola como prioritário

Pagamentos por conta: Uma grande injustiça

O futuro da Autonomia dos Açores depende duma Agricultura forte e sustentável

Não desistimos de encontrar soluções satisfatórias para os produtores de leite

Prémio Nacional de Agricultura 2015 para a Cooperativa União Agrícola reconhece o trabalho feito em prol dos agricultores

Confiança num ano melhor