Jorge Rita - Editorial

Mercado Agrícola de Santana: Mais um objetivo atingido | Editorial Agricultor 2000

O Mercado Agrícola em São Miguel que se realiza todas as quintas-feiras tem já uma longa história, e mesmo com todas as transformações que têm ocorrido, continua a ser fundamental para muitos agricultores, que encontram neste espaço, um local para comercializar os seus produtos ou animais e também de troca de informação e confraternização, atendendo a ser este o dia da semana onde os agricultores usualmente se encontram.

O mercado tem ocupado vários espaços ao longo do tempo desde Ponta Delgada até à Ribeira Grande, tendo permanecido nos últimos anos num terreno, no caminho do aeroporto, em Santana, onde não tinha as condições dignas que os agricultores merecem, estando sujeito às condições climáticas adversas que muitas vezes acontecem na nossa ilha e que prejudicam não só quem comercializa, mas também, quem se desloca ao mercado. A frequência deste local é grande e é, para parte da população, um local obrigatório de visita semanal.

Desta forma, e sabendo das condições precárias do local, sempre foi um objetivo desta Direção, criar as condições capazes de dar dignidade a este espaço e potencia-lo como um verdadeiro mercado agrícola da ilha, capaz de satisfazer não só os locais, mas também, os próprios turistas que procuram nas terras que visitam, as tradições e os costumes de quem lá vive.

Foi assim, possível construir um novo espaço no Recinto da Feira, para o mercado agrícola com as condições higio-sanitárias e bem estar animal necessárias, através dum investimento contido de 350 mil euros, com apoio do Governo Regional, contando com uma área coberta que inclui 3 pavilhões com bancadas e expositores, para animais (com espaços para bovinos, suínos, aves, coelhos, ovinos e caprinos), para hortofrutícolas (podem incluir até 54 expositores), e para plantas e sementes (até 28 expositores). O mercado engloba ainda, uma loja para produtos lácteos e artesanato.

Entendemos que estamos em presença duma obra muito importante para a agricultura da ilha não só para a agropecuária, mas principalmente, para o setor horto-frutí-florícola que necessitava dum espaço capaz de projetar o trabalho que tem sido desenvolvido por muitos agricultores, que por várias razões, desde a sua localização ou à sua pequena dimensão, não conseguem ter acesso aos mercados existentes ou alcançar os canais habituais de comercialização das grandes superfícies ou do comércio tradicional.

Este é mais uma obra que promoverá a qualidade dos nossos produtos e dos nossos animais, e que a par do restaurante e dos projetados, centro de interpretação da agricultura e loja de produtos regionais, farão parte dum circuito educacional, comercial e turístico que a Associação Agrícola de São Miguel irá criar em Santana, que tem como objetivo final, melhorar o rendimento dos seus associados e continuar a potenciar a Agricultura como a melhor e a maior atividade económica dos Açores.

IV Concurso Micaelense Holstein Frísia de Outono - uma mostra da excelência dos nossos animais

A vinda do Presidente da República à Associação Agrícola de São Miguel é um sinal de confiança nos Agricultores Açorianos

O discurso dos milhões que se revelam tostões

O sucesso da Agricultura Açoriana passará sempre pela existência de organizações de produtores fortes

Um dos melhores leites do mundo é o mais mal pago da Europa

Uma Santa Páscoa

Mercado Agrícola de Santana: Mais um objetivo atingido

A indústria deve ter um comportamento justo e aumentar o preço de leite à produção

A base da economia dos Açores é e continuará a ser a Agricultura

Próximo Governo Regional deve encarar o setor agrícola como prioritário

Pagamentos por conta: Uma grande injustiça

O futuro da Autonomia dos Açores depende duma Agricultura forte e sustentável

Não desistimos de encontrar soluções satisfatórias para os produtores de leite

Prémio Nacional de Agricultura 2015 para a Cooperativa União Agrícola reconhece o trabalho feito em prol dos agricultores

Confiança num ano melhor