Jorge Rita - Editorial

Reestruturação da fileira do leite tem como objetivo a melhoria dos rendimentos dos produtores | Editorial Agricultor 2000

A fileira do leite na região atravessa uma crise acentuada, atendendo ao baixo preço de leite pago pelas indústrias aos produtores, que perderam cerca de seis cêntimos por litro desde a abolição das quotas leiteiras, o que aliado à limitação de produção por algumas indústrias, provoca desânimo e desencorajamento, em quem luta e trabalha arduamente em prole da sua atividade.

Não é concebível que um produto de excelência como é o leite dos Açores, não seja devidamente aproveitado e potenciado nos mercados através de produtos de valor acrescentado, sabendo que a nossa imagem é uma mais valia junto dos consumidores, pelo que, o baixo preço dos produtos lácteos praticados pela indústria na grande distribuição não é compreensível, nem aceitável.

Atendendo a esta realidade, o setor necessita duma reestruturação em que sejam criadas medidas facultativas para os produtores, capazes de aumentar o seu rendimento, e que tenham como objetivo a diminuição da produção de leite, que pode passar pela redução do efetivo em determinadas condições, bem como, outro conjunto de medidas, como por exemplo, a reconversão de explorações de leite para carne ou as reformas antecipadas, que serão apresentadas publicamente, quando tiverem definidas e prontas a serem implementadas.

Estas medidas podem ter efeito no imediato, enquanto que outras, devido a ter de serem enquadradas no posei para 2020, terão um efeito a médio e mesmo a longo prazo, mas devem estar ao dispor de todos duma forma clara e transparente, para que cada um, possa escolher a melhor solução para a sua exploração.

É preciso esclarecer que independentemente das medidas que possam ser adotadas, as ajudas que os agricultores recebem no âmbito do Posei, não serão postas em causa.

Ao Governo Regional cabe encontrar soluções para a problemática existente, que atinge os produtores de leite duma forma transversal, que não conseguem retirar os rendimentos condignos duma atividade que exercem com paixão, e que continua a fazer parte do principal setor económico dos Açores.

Este é sempre um tema difícil para os produtores de leite que gostam e sabem produzir com qualidade, e a aderência a estas medidas será para muitos um mal menor, mas perante a realidade existente, onde a rentabilidade e competitividade das explorações está permanentemente posta em causa, é preciso encontrar soluções que levem ao aumento do rendimento dos produtores, porque se não for desta forma, a própria fileira pode estar em perigo na região.

A melhoria dos rendimentos dos agricultores será sempre a nossa principal preocupação

XVIII Concurso Micaelense da Raça Holstein Frísia

Quando é que acaba a delapidação do setor leiteiro na região?

Reestruturação da fileira do leite tem como objetivo a melhoria dos rendimentos dos produtores

A vinda do Bispo de Angra à A.A.S.M. é mais um sinal de esperança no futuro da Agricultura Açoriana

V Concurso Micaelense Holstein Frísia de Outono

Os Agricultores dos Açores merecem mais

O nosso leite tem de ser mais bem pago

XVII Concurso Micaelense da Raça Holstein Frísia

É urgente a criação de um calendário indicativo das ajudas regionais à agricultura

A fileira do leite necessita de uma estratégia clara e bem definida

2018 tem de ser um ano melhor para a Agricultura Açoriana

IV Concurso Micaelense Holstein Frísia de Outono - uma mostra da excelência dos nossos animais

A vinda do Presidente da República à Associação Agrícola de São Miguel é um sinal de confiança nos Agricultores Açorianos

O discurso dos milhões que se revelam tostões

O sucesso da Agricultura Açoriana passará sempre pela existência de organizações de produtores fortes

Um dos melhores leites do mundo é o mais mal pago da Europa

Uma Santa Páscoa

Mercado Agrícola de Santana: Mais um objetivo atingido

A indústria deve ter um comportamento justo e aumentar o preço de leite à produção

A base da economia dos Açores é e continuará a ser a Agricultura

Próximo Governo Regional deve encarar o setor agrícola como prioritário

Pagamentos por conta: Uma grande injustiça

O futuro da Autonomia dos Açores depende duma Agricultura forte e sustentável

Não desistimos de encontrar soluções satisfatórias para os produtores de leite

Prémio Nacional de Agricultura 2015 para a Cooperativa União Agrícola reconhece o trabalho feito em prol dos agricultores

Confiança num ano melhor