“Agricultores açorianos são um exemplo na capacidade de resposta aos desafios que lhes são colocados” | Agricultor 2000


Nas comemorações do Dia Nacional da Agricultura, o Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro destacou o "percurso absolutamente notável" que o setor agrícola tem feito nos Açores, elogiando também os agricultores açorianos pelo facto de saberem dar resposta aos desafios que lhes são colocados. Sem se alongar muito sobre o próximo desafio das negociações do próximo Quadro Comunitário de Apoio, Vasco Cordeiro optou por destacar "o mérito e a importância" do evento que reuniu mais de quatro mil crianças em Santana

Depois de visitar todos os expositores e de interagir com os mais pequenos que ia encontrando pelo caminho o Presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, mostrou-se "impressionado" com as comemorações do Dia Nacional da Agricultura que tiveram lugar no Mercado Agrícola de Santana.

A iniciativa que reuniu mais de quatro mil crianças de vários anos escolares foi considerada "de muito mérito" por proporcionar um contacto mais direto das crianças e jovens com a agricultura. São iniciativas como a que aconteceu em Santana, e à qual o Governo Regional também se associou, que "se valoriza este setor, se dignifica este setor, se dá a conhecer às novas gerações a forma como muitos dos produtos que consumimos no nosso dia-a-dia surgem". E esta atividade que permitiu um contacto mais estreito entre as crianças e jovens e a agricultura "é importante, não apenas por decorrer numa Região que tem no setor agrícola um dos seus principais setores económicos, mas em si mesmo enquanto meio de educação e de sensibilização para a importância do setor agrícola".

Apesar de impressionado com as mais de quatro mil crianças presentes no recinto, o Presidente do Governo Regional destacou que na agricultura também há desafios, "todos os dias". Desafios ao nível do trabalho desenvolvido pelo Governo Regional e desafios também ao nível de cada um dos agricultores. Mas também aspetos que "urge melhorar e desafios que estão à nossa frente", nomeadamente as negociações do próximo Quadro Comunitário de Apoio, referindo Vasco Cordeiro que "não estamos satisfeitos com a proposta de orçamento comunitário que foi apresentado".

Mas como o dia era de festa, o Presidente do Governo Regional não se quis alongar em desafios e optou por elogiar o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo setor agrícola nos Açores. "Os Açores têm feito um percurso absolutamente notável. Não apenas o que tem a ver com o setor dos laticínios, como todo o setor agrícola. Os agricultores açorianos são, desse ponto de vista, e julgo que não peco por excesso, o exemplo da capacidade de resposta aos desafios quer da quantidade, quer da qualidade que lhes são colocados, e não apenas no setor dos laticínios", referiu o Presidente do Governo.

Daí que tenha destacado a importância que o setor tem não só no arquipélago mas também no contexto nacional, já que em apenas 2,3% do território nacional, os Açores produzem mais de 30% do leite produzido em Portugal e cerca de 50% do queijo. "Isso só se faz com condições, mas sobretudo com a dedicação e competência de todos os envolvidos nesse processo", destacou Vasco Cordeiro.

Voltando a reforçar "o mérito e a importância desta iniciativa" que foi organizada pela Associação Agrícola de São Miguel, com o apoio do Governo e da Confederação dos Produtores de Portugal (CAP), Vasco Cordeiro fez saber que o facto de "sensibilizar, de despertar o gosto e o interesse das crianças por esta atividade é também uma forma digna e bastante meritória de servir a causa da agricultura e numa Região em que a agricultura tem o peso que tem, servir a causa dos Açores".

Com o lema "cuidar e cultivar para todos alimentar", as comemorações do Dia Nacional da Agricultura encheram o Mercado Agrícola de Santana com um colorido diferente dando a oportunidade aos mais novos de contactar com animais e vários produtos hortícolas e frutícolas que demonstraram a tradição da agricultura nos Açores.